A POEMA PERDIDO


Vi um poema deslizar pelas mãos de um poeta
Porque o poeta pensou que não sabia mais escrever poemas.
Esqueceu-se da tinta,
Esqueceu-se da pena,
Esqueceu-se da vida.
Esqueceu-se da poesia.
O poema que estava em suas mãos,
O poema que esperava apenas a junção da tinta
Com a pena,
Com a vida,
Com a poesia,
Deslizou de forma tão calma e tão serena.
O poeta esqueceu-se de... Ser poeta.
Quando não concebeu dentro de si
A simples, mas tão maravilhosa fórmula
De misturar tinta e pena,
E vida,
E poesia.
O poeta deixou deslizar o poema pelas suas mãos,
E não percebeu que deslizava pelas suas mãos também
A sua própria vida.

Jahilton Magno 10/04/06 às 19h47min em casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ FOI EDIFICADO? DEUS FALOU AO SEU CORAÇÃO? FAÇA UM COMENTÁRIO PARA QUE OUTRAS PESSOAS SAIBAM!